expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

domingo, 18 de setembro de 2011

Cap. 8 - Respostas das questões

Pags. 5 e 6 -
1. O fato de apresentarem elevados níveis de qualidade de vida, pertencerem ao continente europeu e não participarem da União Européia.

2. A Suíça apresenta um território pequeno encravado no centro da Europa Ocidental, sem saída para o mar. Grande parte de seu território é coberto pela cadeia de montanhas dos Alpes. O clima que prevalece na Suíça é o temperado, entretanto, nas porções montanhosas, ocorre o clima frio de montanha. A Islândia está localizada em uma ilha e não faz fronteira com nenhum outro país. O clima que prevalece é o polar e sua área é realtivamente pequena, As altitudes máximas estão na casa dos 1.500 m. A Noruega possui grande parte de seu território localizado acima do Círculo Polar Ártico em regiões de clima frio, apresentando clima temperado nas regiões costeiras.

Pág. 10 - Cruzadas:

a) Vikings
b) Fiordes
c) Petróleo
d) Suécia
e) Hidrelétrica
f) Vegetal
g) Naval

Pág. 14 - 1.a) Falsa.
JUSTIFICATIVA: Mesmo sendo um páis de pequeno território, a Suíça paresenta uma grande diversidade étnica, religiosa e cultural em função de ser formada por diferentes povos que habitam a região onde se originou o país.

b)Verdadeira.

c)Falsa.
JUSTIFICATIVA: Na sua maior parte, esses setores são controlados
pelo governo.

d)Falsa.
JUSTIFICATIVA: O cargo de prsidente não representa grande importãncia na Suíça, sendo ocupado de maneira alternada entre os sete ministros que formam o governo. Sua principal função é receber chefes de Estado em visita oficial do país.

e)Falsa.
JUSTIFICATIVA: O parlamento suíço se reúne quatro vezes por ano e sua reuniões possuem a duração de três semanas cada, diferentemente do brasileiro, em que o parlamentar passa a maior parte do ano na capital federal.

f)Falsa.
JUSTIFICATIVA. Essas decisões somente podem ser tomadas com participação popular.


2.a) Em 1992, os eleitores suíços rejeitaram a adesão à UE por uma pequena margem de votos. A população teme os custos que a adesão ao bloco europeu possa causar aos cofres do país, pois a Suíça entraria como como um país contribuinte, tendo em vista sua boa posição econômica.

b) Porque muito do que é produzido é absorvido pelo mercado interno, sendo as exportações de produto de alto valor agregado a base da economia suíça. Se o mercado externo não vai bem, a economia suíça sente os efeitos negativos rapidammente.

c) A Suíça é considerada um país neutro pela comunidade internacional e, por isso, não pode tomar partido em relações conflituosas, não pode estabelecer alianças militares nem conceder passagem por seu território de forças militares estrangeiras e suas forças armadas somente podem ser usadas em defesa própria.

Págs 14/15
3. Cruzada:

a) Relógios
b) Maquinário
c) Alimentício
d) Reputação
e) Paraíso

Pág. 17

1.a) A sua colonização pelos europeus, que teve início em 847 d.C.

b) As reuniões ocorriam uma vez por ano, durante o verão e eram compostas por representantes de diversas comunidades, mesmo as mais distantes.

c) Na verdade o país não possui um exército, apenas algumas embarcações e helicópteros que servem para patrulhar as suas águas territoriais contra pescadores estrangeiros.

d) A presença de abundante energia elétrica, seja gerada por meio de hidroelétricas seja por meio de centrais geotérmicas.

e) Isso ocorre porque a Islândia se localiza em uma ilha vulcânica de formação recente, situada sobre a Dorsal Mesoatlântica, uma região de intensa atividade vulcânica.

f) Iniciou o século com um dos maiores crescimentos econômicos do mundo, entretanto a crise de 2008 atingiu a economia da Islãndia diretamente, levando à falência o sistema financeiro do país, que foi o pilar para o crescimento verificado em anos anteriores.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Aos desinformados de Plantão...

Gente, vamos repassar aos desinformados!!!
Returei do blog http://historiactpm.blogspot.com/ e abaixo está o nome do autor:

É pouco ou quer mais?...

FHC, o farol, o sociólogo, entende tanto de sociologia quanto o governador de São Paulo, José Serra, entende de economia.

Lula, que não entende de sociologia, levou 32 milhões de miseráveis e pobres à condição de consumidores; que não entende de economia, pagou as contas de FHC, zerou a dívida com o FMI e ainda empresta algum aos ricos.
Lula, o analfabeto, que não entende de educação, criou mais escolas e universidades que seus antecessores juntos, e ainda criou o PRÓ-UNI, que leva o filho do pobre à universidade.

Lula, que não entende de finanças nem de contas públicas, elevou o salário mínimo de 64 para mais de 200 dólares, e não quebrou a previdência como queria FHC.

Lula, que não entende de psicologia, levantou o moral da nação e disse que o Brasil está melhor que o mundo.

Embora o PIG - Partido da Imprensa Golpista, que entende de tudo, diga que não.

Lula, que não entende de engenharia, nem de mecânica, nem de nada, reabilitou o Proálcool, acreditou no biodiesel e levou o país à liderança mundial de combustíveis renováveis.

Lula, que não entende de política, mudou os paradigmas mundiais e colocou o Brasil na liderança dos países emergentes, passou a ser respeitado e enterrou o G-8.

Lula, que não entende de política externa nem de conciliação, pois foi sindicalista brucutu, mandou às favas a ALCA, olhou para os parceiros do sul, especialmente para os vizinhos da América Latina, onde exerce liderança absoluta sem ser imperialista. Tem fácil trânsito junto a Chaves, Fidel, Obama, Evo etc. Bobo que é, cedeu a tudo e a todos.

Lula, que não entende de mulher nem de negro, colocou o primeiro negro no Supremo (desmoralizado por brancos), uma mulher no cargo de primeira ministra, e pode fazê-la sua sucessora.

Lula, que não entende de etiqueta, sentou ao lado da rainha e afrontou nossa fidalguia branca de lentes azuis.

Lula, que não entende de desenvolvimento, nunca ouviu falar de Keynes, criou o PAC, antes mesmo que o mundo inteiro dissesse que é hora de o Estado investir, e hoje o PAC é um amortecedor da crise.

Lula, que não entende de crise, mandou baixar o IPI e levou a indústria automobilística a bater recorde no trimestre.

Lula, que não entende de português nem de outra língua, tem fluência entre os líderes mundiais, é respeitado e citado entre as pessoas mais poderosas e influentes no mundo atual.

Lula, que não entende de respeito a seus pares, pois é um brucutu, já tinha empatia e relação direta com Bush - notada até pela imprensa americana - e agora tem a mesma empatia com Obama.

Lula, que não entende nada de sindicato, pois era apenas um agitador, é amigo do tal John Sweeny e entra na Casa Branca com credencial de negociador, lá, nos "States".

Lula, que não entende de geografia, pois não sabe interpretar um mapa, é ator da mudança geopolítica das Américas.

Lula, que não entende nada de diplomacia internacional, pois nunca estará preparado, age com sabedoria em todas as frentes e se torna interlocutor universal.

Lula, que não entende nada de história, pois é apenas um locutor de bravatas, faz história e será lembrado por um grande legado, dentro e fora do Brasil.

Lula, que não entende nada de conflitos armados nem de guerra, pois é um pacifista ingênuo, já é cotado pelos palestinos para dialogar com Israel.

Lula, que não entende nada de nada, é melhor que todos os outros.

Ainda tem mais a indústria naval, renovação da frota de navios da transpetro, plataformas construidas no Brasil....e assim se vai.....
Esse é o melhor presidente do Mundo, e é brasileiro!
Pedro R. Lima, professor

UERJ Enonomia

Esse texto foi escrito por um professor universitário quando Lula ainda era Presidente. Palmas para eles.Sim eles, o professor e Lula.