expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

sábado, 25 de setembro de 2010

Enchentes deixam mais de 1,2 milhão de refugiados na Nigéria

As autoridades do estado de Jigawa, no norte da Nigéria, solicitaram ajuda ao Governo central para atender mais de 1,2 milhão de pessoas refugiadas em decorrência das enchentes causadas pela abertura, em agosto, das comportas de duas represas saturadas de água pelas chuvas.
O governador do estado, Sule Lamido, disse hoje à Agência Efe que os danos calculados somam mais de US$ 30 milhões e que necessitam a ajuda do Governo Federal para mitigar com urgência os efeitos.
"As águas caíram em cascata sobre Jigawa", indicou o governador, segundo quem cerca de 90 mil hectares de plantações e 5 mil povoados foram afetados pelas águas, "que destruíram colheitas, animais e casas".
"É uma tragédia grande demais para conduzi-la com os recursos do estado (de Jigawa)", ressaltou Lamido. Segundo ele, tudo ocorreu "sem prévio aviso".
Lamido assegurou que as autoridades estaduais ainda estão "compilando dados para enviá-los ao escritório (em Abuja) do vice-presidente, que estuda o assunto".
As inundações começaram quando no estado vizinho de Kano quando, no mês passado, foram abertas as comportas de duas represas que estavam em perigo de arrebentar devido ao excesso de água acumulada pelas fortes chuvas da temporada.
Fonte: Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente....Com educação e civilidade.