expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Twitter pode ser proibido na Rússia

A crítica partiu de um grupo de intelectuais ligados ao Ministério da Educação. Segundo eles, o limite de 140 caracteres do Twitter estaria induzindo a juventude russa a perder o interesse por textos maiores e mais densos. “-Isso certamente afeta a concentração de nossas crianças, que são treinadas a ler resumos e escrever bilhetinhos em vez de praticarem a instrospecção e o descritivismo”, comenta o escritor e sub-chefe do gabinete do ministro da educação Dimitri Nikolaiev.
A crítica dos autores tem uma fundamentação histórica: a Rússia é conhecida por ter escritores verborrágicos como Dostoievsky, Iuvchenko e Tolstoi. Na Rússia há uma máxima que afirma que “livro bom fica em pé”. “-Temos escritores renomados que escrevem livros grandes. Não podemos nos render a esse reducionismo, isso faz parte da cultura eslava”, completa Nikolaiev. Mobilizações semelhantes também foram relatadas na França.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente....Com educação e civilidade.